Arquivo da tag: f1

Senna, o rei da pole

As façanhas de Ayrton Senna são infindáveis, sendo a mais famosa a habilidade ímpar de correr na chuva. Outra consiste na perícia em fazer pole-positions, voltas voadoras com pilotagens espetaculares. Foram 65 poles, recorde superado apenas por Michael Schumacher, com três a mais. Lembrando que o alemão atuou em 308 GP´s e Senna em apenas 162.

Acompanhe Senna em ação na qualificação do GP de Mônaco de 1989:

Anúncios

Fórmula 1 de 1988 a 1993 – Breve histórico

Dizem que para um atleta virar lenda, ele depende de um rival forte. Com Ayrton Senna não foi diferente. Ele correu em um época de muitos bons pilotos, dentre os quais se destacou e se tornou o mais lembrado: Nelson Piquet, Nigel Mansell, Keke Rosberg, e nos últimos anos, Michael Schumacher, uma estrela em ascensão. A lista é longa.

Mas de todos os rivais, o número um foi o baixinho Alain Prost. Desde que viraram companheiros de equipe na McLaren em 1988, travaram um dura batalha pelos títulos de 1988, 1989 e 1990, sendo que neste último ano o  francês pilotou pela Ferrari. Duas vitórias para Ayrton (1988 e 1990) e uma para Prost (1989), em uma desclassificação polêmica do brasileiro no GP do Japão, após ambos se envolverem em um acidente.

Voltaram a disputar o título em 1993, com o francês correndo em uma Williams claramente superior à McLaren Ford de Senna, com triunfo do francês.

Nos campeonatos de 1991 e 1992, o concorrente de Senna foi o inglês Nigel Mansell, correndo pela mesma Williams-Renault, o melhor monoposto de sua época com a inovadora suspensão ativa. Apesar da superioridade técnica do bólido azul ante o McLaren-Honda de Senna, o brasileiro levou o primeiro.

Com o aprimoramento da suspensão ativa, a habilidade do brasileiro não conseguiu fazer frente à tecnologia da Williams, levando um piloto mediano como Mansell ao seu único título com três corridas de antecipação.

Ao final da temporada de 1992, algo curioso ocorreu. O campeão da Fórmula 1 Nigel Mansell deixou a categoria e foi competir na Fórmula Indy, uma das principais categorias americanas. Simultaneamente, o campeão de 1992 da categoria ianque, Michael Andretti, fechou contrato com a equipe McLaren para ser companheiro de Ayrton Senna para a temporada 1993.

No ano seguinte, o inglês se sagrou campeão da Fórmula Indy pela equipe Newman-Haas. Por outro lado, o filho de Mario Andretti se mostrou um fiasco, abandonando a categoria três corridas antes do final da temporada, para retornar à Indy.

O vídeo abaixo mostra a maior rivalidade na época de ouro: Senna versus Prost em 1989:

Ayrton Senna salva vida de Eric Comas – GP da Bélgica 1992

Ayrton Senna é lembrado pelas proezas feitas na pista, mas também pela soridariedade com os colegas de circo. Nos treinos do GP da Bélgica de 1992, o francês Eric Comas sofreu um grave acidente e ficou desacordado. Senna sacrificou uma volta rápida e parou seu carro para socorrê-lo, tomando como primeira medida desligar o motor, posto que o francês estava com o pé no acelerador, algo que injeta gasolina no sistema de alimentação e causaria rapidamente um incêndio.

Tomada essa medida, os comissários terminaram o atendimento e Senna evitou uma possível morte. Sua generosidade com os colegas também faz parte da lenda. Assista:

Ayrton Senna: vitória no GP Brasil de 1991 com apenas uma marcha

A primeira vitória de Ayrton Senna em um GP Brasil de Fórmula 1 aconteceu apenas em 1991, quando ele já era bicampeão mundial.

Esta foi uma das corridas mais míticas de sua carreira devido a uma condição extremamente desfavorável: o câmbio de sua McLaren estava quebrado, travado na sexta marcha. As retomadas eram lentas e o bólido ficou muito difícil de guiar, exigindo um esforço quase sobrenatural. A favor de Senna, apenas a chuva.

Ao conquistar a vitória, ouça os gritos eufóricos de Senna no rádio. Ele parou a McLaren na reta oposta e teve de ser levado pelos comissários, pois o esforço havia sido descomunal. Aqueles que assistiram esse GP ao vivo, como eu, sempre o levarão consigo na memória. Assista:

Ayrton Senna: a melhor primeira volta de todos os tempos – Donington 1993

Ayrton Senna é a maior lenda do automobilismo brasileiro, com muitas façanhas e momentos míticos que nunca serão esquecidos. o GP da Europa de 1993 foi um dos mais memoráveis, principalmente por causa de um fator que sempre o favoreceu: chuva.

Ultrapassagens são difíceis na Fórmula 1, e conseguir fazer três logo na primeira volta de um GP se mostra uma enorme façanha mesmo para os melhores pilotos de todos os tempos. Como Senna. Assista e relembre:

Qual a diferença dos motores V12, V10, V8 e V6 Turbo – Fórmula 1

Este post tira uma dúvida básica de quem está se familiarizando com a Fórmula 1 agora e reaviva a memória daqueles que já acompanham há anos, ou décadas, como o autor desta matéria. Qual a diferença dos motores V12, V10, V8 e os atuais (e criticados) V6 sobrealimentados da atualidade.

Sem dúvida as variações se mostram enormes, em termos de entrega de torque e potência, consumo, durabilidade, performance e, principalmente, sonoridade. Este é o tema deste vídeo. Abaixo, a equipe de Fórmula 1 mais lendária de todas, a Ferrari, escolheu alguns exemplares com todas as motorizações, e a diferença de ronco é notável. Assista e se delicie:

A bordo da McLaren de Ayrton Senna – Kyalami 1992

Os apaixonados por automobilismo têm uma predileção por câmeras onboard, isto é, que ficam junto ao cockpit.  Elas são especiais por permitirem observar todo o trabalho de braço e perna do piloto, sua visão da pista e, acima de tudo, ouvir o ronco do motor. Não tem como não se empolgar.

Andar onboard é legal com qualquer piloto, mas quando se trata de Ayrton Senna, tudo fica ainda melhor. Muitos desaprovam o ronco dos V6 sobrealimentados da atualidade, então ouvir o saudável Honda V10 utilizdo pela McLaren em 1992 soa como música para os apaixonados. Assista essa feliz combinação de V10 + Ayrton Senna: