Ir para conteúdo
Anúncios

Golpe dos boletos de IPVA: cuidado simples para não cair

IPVA 2016
boleto falso
Exemplo de boleto falso de IPVA 2016

Golpes existem, sempre existiram e sempre existirão, em qualquer lugar do mundo. Com o objetivo de não trabalhar, os estelionatários têm muito trabalho em inventar ardis para ludibriar os incautos. A farsa mais recente são os boletos de IPVA forjados, enviados por correio.

ipva 2015 true
Exemplo de boleto verdadeiro de IPVA 2016

Os bandidos possuem alguma fonte de dentro dos Detrans para obter os dados e fabricar os boletos falsos, isso se não forem funcionários. Golpes com multas também se mostram comuns. Porém, como não existe crime perfeito, eles cometem deslizes graves. O pagador de impostos atento jamais será enganado, pois prestará atenção aos importantes detalhes listados abaixo:

1. Governos não cobram impostos por boleto de cobrança: todo tributo, seja ele federal, estadual ou municipal, possui documento específico para pagamento. O IPVA não é diferente: ele deve ser pago nas agências bancárias ou pelo internet banking utilizando o número do Renavam do veículo. O crédito será feito diretamente aos cofres públicos, sem intermediários.


AGORA PRESTE ATENÇÃO: OS BOLETOS FALSOS CONTÉM UM BOLETO DE COBRANÇA SEMELHANTE AOS DE CONTAS COMUNS, COMO FATURAS DE CARTÃO, ESCOLA, CONDOMÍNIO, ETC. AO REALIZAR O PAGAMENTO, O DINHEIRO CAIRÁ DIRETAMENTE NA CONTA DOS GOLPISTAS, SEM QUALQUER VÍNCULO COM OS GOVERNOS. O TRIBUTO TERÁ QUE SER  EFETIVAMENTE PAGO E O DINHEIRO DO BOLETO SERÁ ROUBADO.

O IPVA SERÁ PAGO APENAS COM O NÚMERO DE RENAVAM, NAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS OU INTERNET BANKING. QUALQUER FORMA DIFERENTE DE COBRANÇA É GOLPE.


Devemos prestar atenção a outros detalhes menores, mas que também denunciam a ilegitimidade destes boletos:

Erros de português, pontuação e acentuação: estelionatários não dominam a língua portuguesa, de forma geral. Se o documento recebido mostrar gramática, ortografia, concordância e acentuação displicentes, trata-se de boleto falso. Órgãos públicos fazem revisão da redação de seus documentos.

Descontos “generosos” para o pagamento à vista: os governos raramente concedem descontos maiores que 5% para pagamento à vista. Nos boletos forjados, os larápios oferecem 15% de abatimento. Caso isso ocorra, se trata de mais um evidência de boleto falso.

Brasões, insígnias, siglas e formatação divergentes dos boletos usuais: os carnês de IPVA seguem um padrão gráfico que sofre poucas alterações de um ano para o outro, mas os boletos fraudulentos utilizam formatação muito diferente da verdadeira. Na dúvida, pegue os documentos de anos anteriores e verifique se os brasões, insígnias, siglas, fonte e formatação são iguais aos modelos de outros anos. Mudanças radicais entregam os boletos falsos.

Em resumo, o pagador de impostos atento perceberá claramente as dezenas de diferenças entre um boleto oficial e um fraudulento, principalmente na forma de pagamento do tributo. Basta um pouco de atenção, e você jamais será enganado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: