Pular para o conteúdo
Anúncios

8 passatempos que apenas seus amigos GearHeads entendem

Se você é apaixonado por carros, certamente você conhece estes três caras da foto de capa e assistiram grande parte das temporadas.

Cada indivíduo possui seus gostos e preferências particulares. Grande parte deles são aceitos como normais e não causam estranheza a quem convive com seus adeptos. Por exemplo, assistir jogos de futebol e programas sobre moda e culinária se mostram interesses bem compreendidos por parentes e amigos, assim como sua prática e pesquisa de acessórios relacionados a elas.

No caso dos apaixonados por carros, isso não ocorre e há grande incompreensão por parte dos não-entusiastas por algumas práticas muito populares – algumas até obrigatórias – entre os gearheads.

O artigo sobre os “programas de índio” favoritos dos gearheads já fez uma lista de seis atividades presenciais. Este artigo trata das realizadas em casa ou no trabalho, feitas pela televisão, computador ou smartphone. A lista abaixo traz seis passatempos os quais parecem diferentes ou até bizarros para as pessoas normais, mas têm o poder de fazer um ou um grupo de autoentusiastas passar horas, dias ou até mesmo semanas debatendo ou trabalhando em algo relacionado a eles.

1 – PESQUISAR CARROS USADOS EM SITES DE COMPRA E VENDA

passatempos gearheads sites de carros usados

GearHeads têm um passatempo muito peculiar: passar horas pesquisando todos os modelos que puder em sites de compra e venda de veículos como Webmotors, Mercado Livre, OLX, GT40, Chaves na Mão (foto acima)e seus congêneres.

Alguns já se encontram em um estágio mais profundo do vício e pesquisam sites de comércio de veículos norte-americanos, ingleses, alemães e até japoneses. Apenas para descobrir que aquele usado que custa R$ 50 mil no Brasil vale US$ 12 mil nos EUA e dormir com raiva.

Trocar uma série no Netflix pela navegação errática em sites de carros usados parece uma troca muito bizarra para um não-entusiastas, mas junte dois ou mais GearHeads e está feita a festa. Eles podem praticar este “esporte” por dias a fio e travar longas conversas, discussões e planejamento sobre o que fazer com os exemplares anunciados se fossem seus. No final da navegação, uma “compra imaginária” foi realizada. A sequência natural é o próximo item.

2 – VISITAR SITES DE ACESSÓRIOS E EQUIPAMENTOS PARA CARROS

Uma vez escolhido o modelo, real ou platônico, o autoentusiasta tem obrigação de escolher todos os equipamentos de seu project car: a maioria começa pelas rodas, buscando um modelo que torne seu carro único. Outros desprezam a estética e partem para componentes de motor como turbo, remapeamento de injeção, kit cabeçote, bielas e pistões forjados, e por aí vai.

Uma outra parte prioriza um bom equipamento de som e vídeo e começa por aí. Pettrolheads que priorizam estética empregam a maior parte de seu tempo e dinheiro escolhendo itens como faróis e lanternas xenon ou LED, suspensão a ar, pinturas especiais e acessórios ligados a design. Em quase todos os casos, este perfil destina o restante aos itens de áudio e telas multimídia.

Há ainda os amantes da alta performance, os quais investem em itens de aumento de potência e melhoria da estabilidade e comportamento dinâmico do veículo. Em geral, relegam a estética e infotenimento ao segundo plano e focam na preparação. Remapeamentos eletrônicos, componentes mecânicos de alta performance e o indispensável turbocompressor consomem todos os recursos. Alguns investirão em redução e distribuição de peso, chassis e suspensão de calibração esportiva.

Quando a brincadeira termina, os mais “precavidos” já escolheram o modelo e todos os equipamentos, assim como calcularam todo o “investimento” e tempo empenhados no projeto. Estimaram a potência e torque máximo e o número de decibéis que o som pode alcançar.

3 – ASSISTIR PROGRAMAS AUTOMOBILÍSTICOS

acelerados rubens barrichello

Pergunte para um apaixonado por carros se ele conhece Jeremy Clarkson, Richard Hammond e Brian May e ele provavelmente saberá. Caso ele ainda não souber quem são os apresentadores do programa sobre carros mais famoso do mundo, o britânico Top Gear, da emissora BBC. Os brasileiros Acelerados, com Rubens Barrichello, e Amigos por Carros também se mostram muito populares entre o público car lover.

Assistir vídeos de humor automotivo, automobilismo ou sobre marcas e modelos clássicos ou modernos também constitui em atividade muito comum entre gearheads,  equivalentes a filmes e seriados para pessoas não-entusiastas.

4 – ASSISTIR CORRIDAS NA TV E INTERNET

Assistir corridas de carros passa longe das preferências esportivas dos não-entusiastas. Para muitas pessoas, assistir um Grande Prêmio de Fórmula 1 é um suplício, e o repúdio pelas pistas ovais das categorias americanas Indy e Nascar se mostra ainda mais insuportável para quem não entende as regras.

Os apaixonados por carros e por automobilismo não apenas fazem dos GP´s um motivo para se reunir, beber e falar de carros, como abrem o YouTube para assistir corridas clássicas como a citada no título deste item. GP Brasil de Fórmula 1? Traz a cerveja que eu asso a carne. 500 Milhas de Daytona? Vamos nos reunir naquele bar para assistir. Corrida do Milhão da Stock Car? Vá para o item 9.

Infelizmente, o automobilismo não conquistou tanta popularidade entre os car lovers brasileiros em comparação com dos do resto do mundo, dada a decadência do esporte por aqui.

5 – ASSISTIR CORRIDAS ANTIGAS

passatempos gearheads corridas antigas

Elas aconteceram há, 10, 20, 40, 70 ou até 100 anos atrás e os aficionados conhecem o vencedor, os pilotos, as equipes, o circuito e até os pilotos que morreram na pista, em alguns casos. Todos assistem com grande interesse enquanto pragueja,

Provas clássicas como 500 Milhas de Indianápolis, 24 Horas de Le Mans, 1000 Milhas Brasileiras e até Stock Car clássica – do tempo dos Opalas – têm o poder de entreter os GearHeads mais afeitos pelo esporte a motor

6 – LER TUDO O QUE CONSEGUE SOBRE CARROS

Acompanhar publicações famosas como Quatro Rodas, AutoEsporte e Jornal do Carro não desfrutam grande popularidade entre os entusiastas, pois seu público-alvo se concentra nos motoristas em geral. Petrolheads preferem conteúdos mais especializados e independentes, a exemplo da página Educação Automotiva.

A internet disponibiliza quantidade e variedade enorme de conteúdos, do mais geral até o ultraespecífico possível, em sites sobre temas tão focados quanto mecânica de Fusca, Fórmula Indy, careira do Ayrton Senna, história da Land Rover ou station wagons.

Para aqueles que sabem inglês – na verdade, isso não é necessário -, acessar sites do mundo inteiro enriquecem ainda mais o entretenimento e presenteia os entusiastas com longas e prazerosas horas de leitura, fotos e vídeos.

7 – CONSULTAR A WIKIPEDIA PARA OBTER DADOS SOBRE AUTOMÓVEIS

A integridade do conteúdo da Wikipedia se mostra bastante questionável para alguns temas. Felizmente, isso não ocorre com assuntos relacionados a automóveis e ela consiste em fonte de consulta valiosa para dirimir dúvidas específicas.

Em conversas autoentusiastas, dúvidas como “o VW Golf IV foi lançado em 1997 ou 1998?”, “existiu Saveiro GII com motor AP 2.0?”, “como funciona o sistema de injeção mecânica?” ou saber os resultados de todos os GP´s de Fórmula 1 da história, consultar a Wikipedia economiza muito tempo de pesquisa e fornece informações elementares com grande agilidade.

8 – DEBATER EM FÓRUNS E GRUPOS DE TEMÁTICA AUTOMOTIVA

Participar de fóruns grupos em blogs, sites, Facebook e WhatsApp constituem práticas comuns a todas as pessoas, em assuntos gerais, específicos e profissionais, mas os relacionados ao universo automotivo possuem características muito particulares.

Nomes como “Motor AP 2.0 turbo”, “Volkswagen Fusca rebaixado”, “faróis xenon e LED”, “compra e venda de bieletas do Peugeot 206”, “Senna ou Schumacher, qual o melhor?” ou “memes do Marea” são exemplos do grau de especialização dos temas a serem debatidos.

Boa parte dos car guys gasta longas horas em discussões com desconhecidos sobre assuntos tidos como alienígenas para pessoas comuns. Algo considerado normal em fóruns sobre Big Brother ou dicas de moda parece bizarro em grupos sobre carros, devido ao conteúdo das postagens.

CADA LOUCO COM A SUA MANIA

A paixão por carros traz a seus praticantes algumas idiossincrasias muito diferenciadas em relação aos demais indivíduos, os quais dão apelidos como “nerd dos carros”. As namoradas(os) recebem estes hábitos com grande estranhamento, caso também não se interessem por carros.

Enfim, todo autoentusiasta pratica muitos ou todos os oito itens da lista, assim como já receberam críticas por causa do interesse por automóveis. Amigos e parentes certamente comentam sobre esses “hobbies diferentes”, nem sempre de forma lisonjeira. no final das contas, sempre procuram os petrolheads para tirar dúvidas sobre mecânica ou pedir conselhos na hora de trocar de carro.

Gostou do artigo? Curta Educação Automotiva no Facebook e acompanhe os novos artigos da página.

 

 

 

 

 

 

Anúncios

3 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: