Pular para o conteúdo
Anúncios

Tag: por que a fiscalização por radares é ineficaz

Está tudo errado com o trânsito brasileiro!

Na discussão sobre o cenário atual do trânsito brasileiro, existe apenas um consenso: a quase totalidade dos brasileiros acredita que há pouco o que elogiar sobre o ato de ir e vir nas ruas, avenidas e estradas brasileiras. Todos têm sua parcela de culpa: autoridades, agentes públicos, fabricantes e reparadores de veículos e os próprios condutores e participantes do trânsito. A página Educação Automotiva aborda temas relacionados à segurança, qualidade das vias e métodos de cobrança de impostos e fiscalização no trânsito, assim como as atitudes dos condutores ao dirigir e comprar seus automóveis, motocicletas e veículos comerciais. Este artigo traz um condensado de outras matérias abordadas ao longo destes dois anos:

por que a atual fiscalização por radares é estúpida e ineficiente

Radares: por que a atual política de fiscalização é estúpida e ineficaz – Parte 2

A fiscalização de velocidade serve apenas para arrecadar impostos para governos em dificuldades financeiras, sem compromisso algum com a melhoria da segurança no trânsito. De fato, há enorme quantidade de motoristas imprudentes, mas se o objetivo realmente fosse garantir o respeito aos limites de velocidade, a fiscalização por velocidade média seria implantado, a exemplo do que é feito em países como o Japão e Alemanha. Neste artigo, far-se-á a análise dos resultados e propostas para resolver de vez o problema.

por que a atual política de fiscalização de velocidade é estúpida e ineficaz

Radares: por que a atual política de fiscalização é estúpida e ineficaz – Parte 1

A fiscalização de velocidade serve apenas para arrecadar impostos para governos em dificuldades financeiras, sem compromisso algum com a melhoria da segurança no trânsito. De fato, há enorme quantidade de motoristas imprudentes, mas se o objetivo realmente fosse garantir o respeito aos limites de velocidade, a fiscalização por velocidade média seria implantado, a exemplo do que é feito em países como o Japão e Alemanha.