Ir para conteúdo
Anúncios

O Brasil tem carros demais?

Brasil precisa aumentar a frota interior

Especialmente nas grandes cidades, ouve-se o tempo todo que as ruas estão cheias e que não há mais espaço para mais carros. Os mais radicais dizem que as indústrias deveriam parar de fabricar novos veículos, pois geram poluição e congestionamentos. Será que esta é uma verdade absoluta?

É fato indiscutível que as capitais e grandes cidades brasileiras enfrentam sérios problemas de tráfego e necessitam de grandes mudanças em sua política de transportes.

RUMO AO INTERIOR

Claro que há excesso de veículos nesses locais e a redução de seu número se mostra fundamental, mas o espaço para a indústria avançar se mostra enorme, devido à evolução tecnológica dos veículos, especialmente no que tange à redução do consumo de combustível e poluição. Grandes mudanças na legislação tem estimulado esse quadro. Uma grande mudança no perfil da frota das metrópoles se mostra fundamental para a melhoria do trânsito, e grandes oportunidades ainda existem nos mercados mais maduros.

FORA DO EIXO RIO-SÃO PAULO

O ponto fundamental está nas cidades do interior, especialmente nas regiões Nordeste, Norte e Centro-oeste, no qual a frota ainda é pequena e tem grande espaço para crescimento.

O índice de motorização do Brasil se encontra, atualmente, em cinco veículos por habitante, mas nestes lugares estão acima de 10 pessoas para cada veículo, um valor muito aquém do necessário.

Vale lembrar que boa parte da frota é composta de modelos antigos, de baixa eficiência energética. Sua substituição se mostra tão necessária quanto a ampliação da frota, tanto de automóveis novos quanto usados, estes últimos provenientes das capitais.

Nos grandes centros, existe uma tendência ao desenvolvimento de rede de transportes públicos, a qual poderia ser utilizada por mais pessoas caso obtivesse ganhos de qualidade. Porém, ela se mostra inexistente ou muito restrita em cidades do interior, aumentando a dependência dos carros.

Deve-se, portanto, buscar novos clientes fora das capitais. Veículos mais novos, mais modernos e mais numerosos trariam grandes benefícios para a qualidade de vide de seus habitantes, assim como crescimento para a indústria e para a economia nacionais como um todo.

MENOS CARROS NAS CAPITAIS, MAIS CARROS NO BRASIL

Assim, não se pode generalizar, tampouco dizer que há carros demais no Brasil. O mais adequado é constatar que as capitais e grandes cidades estão saturadas, mas o interior ainda se mostra carente de veículos.

Como dito anteriormente, existem cinco pessoas para cada carro no Brasil, em média. Nos Estados Unidos são duas pessoas para cada automóvel. Na Europa, continente o qual desestimula seu uso, são três e meio habitantes por veículo.

Portanto, pode-se afirmar que ainda faltam carros no Brasil. O interior precisa ser mais motorizado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: