Ir para conteúdo
Anúncios

Vai para a praia? 10 recomendações para descer a serra conservando seu carro e seu dinheiro

10 dicas para descer a serra de carro

descida de serra imigrantes do jeito certo

O ponto alto do verão para muitos consiste naquela viagem para a praia. Sol, calor e diversão tornam imperativo desfrutar desse momento de relaxamento todo começo de ano com a família e/ou amigos. Assim, a última coisa que desejamos é ter problemas com o carro, van ou moto.

Infelizmente, grande parte dos motoristas desconhecem os cuidados básicos para descer a serra com segurança e economia, de forma a preservar o veículo de problemas mecânicos e despesas com manutenção.

Abaixo, estão algumas recomendações para uma descida segura e prazerosa, complementados por outros posts do Educação Automotiva:

1 – Faça revisão no veículo antes de viajar

Parte considerável dos acidentes nas descidas e subidas de serra são consequência de falta de manutenção adequada do veículo. Verifique se o óleo do motor, câmbio e direção hidráulica e a água do radiador estão nos níveis adequados, a condição dos pneus e cintos e demais equipamentos de segurança.

A importância da manutenção preventiva

2 – Respeite a capacidade de carga e passageiros. Transporte crianças e pets na cadeirinha

Os veículos são projetados para transportar um número fixo de passageiros e carga. Desrespeitá-lo gera desgaste prematuro de motor, câmbio, suspensão, pneus, freios e praticamente todos os sistemas do veículo. Soma-se a grande probabilidade de levar multas.

Se houver crianças a bordo, não se esqueça da cadeirinha e do assento de impulsão, de acordo com a idade. Veja como viajar em segurança com os pequenos:

Se você tem crianças, conheça o sistema Isofix

Se também tiver pets, não esqueça dos cintos e cadeiras adequadas para levá-los com conforto e segurança. O post abaixo, do Dr. Pet, mostra como fazê-lo:

Para quem tem pets, muito interessante!

3 – Verifique os freios

Problemas nos freios causam acidentes na descida da serra, pois seu nível de solicitação se eleva muito nessa condição. Um sistema sem manutenção adequada passa a falsa sensação de estar em dia em uso urbano, mas solicitações maiores e por tempo prolongado pode causar acidentes e/ou exigir manutenções demoradas e custosas. Pequenos cuidados evitam grandes contratempos.

Leia também: Informações e curiosidades sobre o sistema de freios

4 – Verifique os pneus

Pneus desgastados prejudicam muito a dirigibilidade do veículo, especialmente em piso molhado e/ou escorregadio. Rodar carregado e em velocidades mais elevadas aumentam a carga sobre os pneus e afetam sua performance. A calibragem correta dos pneus também é essencial para a segurança. Caso seu modelo seja um SUV, redobre a atenção, pois esse tipo de carroceria os solicita mais.

Principais posts do EA sobre rodas e pneus

Por que é tão importante cuidar bem dos pneus

5 – Verifique os lubrificantes, mangueiras e correias dentadas

Uma das principais causas de problemas mecânicos na subida de serra consiste no superaquecimento de motor e câmbio. Exceto em casos de excesso de velocidade e sobrecarga, como descrito no item 2, a falta de lubrificantes como água do radiador e óleo de motor, câmbio e direção hidráulica são os principais responsáveis pelas panes no retorno para a cidade de origem.

Verifique também a condição de todas as mangueiras e correias dentadas, itens passíveis de desgaste ao serem exigidos na subida da serra. Caso estejam trincados ou ressecados, troque. Sai muito mais em conta a substituição de uma mangueira ou correia dentada em comparação a uma retífica de cabeçote ou reparo em transmissão automática, derivados de problemas nesses componentes. Típico caso no qual o barato sai caro.

6 – Desça engrenado e em marcha adequada

O velho costume de “descer na banguela”, além de perigoso, aumenta o consumo de combustível. Isso mesmo, descer na banguela aumenta o consumo de combustível. Os sistemas modernos de injeção eletrônica possuem uma programação chamada cut-off, a qual reduz ao mínimo ou corta totalmente a alimentação de combustível ao tirar o pé do acelerador.

Em uma descida de serra, raramente se pisa no acelerador. Portanto, o sistema de cut-off reduz o consumo em comparação à condução em ponto-morto, a qual mantém o funcionamento do motor em marcha lenta, o qual queima muito mais combustível em comparação ao modo de cut-off. 

Soma-se a isso a redução da circulação da água do radiador e lubrificantes. Se o seu veículo possui câmbio automático, há mais um agravante da descida em ponto morto: os fluidos que refrigeram o motor também atuam na transmissão.

Assim, descer “na banguela” diminui a lubrificação e gera superaquecimento, o inimigo número um do câmbio automático.

Se o seu carro tem câmbio automático, este cuidado é importantíssimo. Evite um prejuízo enorme!

7 – Verifique as palhetas e água dos limpadores de para-brisa e vidro traseiro

Dirigir no verão é uma garantia de enfrentar chuva e neblina. Por isso, a visibilidade se mostra fundamental para a segurança em tais condições adversas. Agravar-se-são se a condução se der no período noturno. Muitos acidentes ocorreram por falta de visibilidade e poderiam ter sido evitados por um cuidado de baixíssimo custo (menos de 100 resias).

8  -Verifique faróis e lanternas

Outro componente importante para a boa visibilidade. Faróis desregulados prejudicam a visão noturna e ofuscam os motoristas e pedestres que trafegam em sentido contrário. Se o seu veículo tiver faróis auxiliares (de neblina ou milha), mantenha-os em dia. Se for usá-los, faça sempre em conjunto com os principais, pois eles iluminam apenas as laterais e seu facho é difuso. Faróis de neblina jamais substituem os principais.

O mesmo vale para as lanternas. Antes de sair, verifique se todas as luzes funcionam. Caso haja algum farol ou lanterna queimado, troque imediatamente, sob pena de multa de R$ 130,16 e 4 pontos na carteira (infração média).

Se o seu veículo for equipado com lanternas de neblina, use-as apenas sob nevoeiro. A utilização incorreta ofusca o motorista que vem atrás e gera grande incômodo. O mesmo vale para farol alto, o qual deve ser acionado em estradas com pouca circulação e iluminação.

9 – Cuide do sistema de ar condicionado

Apesar de não comprometer diretamente a segurança, um sistema de climatização sujo e ineficiente pode gerar problemas respiratórios e desconforto. A falta de gás refrigerante no sistema aumenta o trabalho exigido do motor para mantê-lo funcionando e resulta em aumento do consumo de combustível. Dói no bolso.

10 – Respeite as leis de trânsito

Por mais óbvia e elementar que pareça, muitos acabam em apuros por não seguir uma recomendação tão primária. Excesso de velocidade, dirigir sob efeito de álcool e entorpecentes, estacionamento em local proibido, veículo em mau estado de conservação e outras infrações podem terminar em acidentes, apreensão do veículo ou multas salgadas. Não vale a pena estragar as férias da família de forma tola.

Praia e verão é tudo de bom! Nessas horas, preocupações com o carro devem ficar bem longe para curtirmos ao máximo estes bons momentos. Seguindo as 10 recomendações acima, não tem erro!

Anúncios

5 comentários em “Vai para a praia? 10 recomendações para descer a serra conservando seu carro e seu dinheiro Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: