Ir para conteúdo
Anúncios

Carros híbridos e elétricos: você terá um em breve

toyota prius 2016 híbrido

Veículos híbridos são uma realidade nos países desenvolvidos há mais de dez anos e já representam mais de 10% das vendas totais nesses mercados. Desembarcaram por aqui em 2010, com o Ford Fusion Hybrid. Hoje são vendidos outros modelos, como o Toyota Prius (foto) e o Lexus CT200h.  O volume de vendas é muito reduzido até o momento, devido aos altos preços e à ausência de incentivos tributários para a comercialização de tais modelos.

Mas o que é um híbrido? E um elétrico? O que eles têm de diferente em relação aos carros com motor somente à combustão?

Um híbrido é, como o nome indica,  um veículo com dois motores: um elétrico e outro a combustão, que se alternam entre si, dependendo da necessidade de desempenho e disponibilidade de combustível. O motor elétrico é alimentado por baterias, que podes ser recarregadas pelo motor a gasolina, pela energia dissipada na frenagem (sistema regenerativo) ou plugando na tomada como um celular, em alguns modelos.

Em baixas velocidades e pouca demanda de potência, funciona somente com eletricidade. Em percursos de estrada, em velocidades mais elevadas ou em acelerações rápidas, o motor a combustão entra em ação. O ideal é andar no modo elétrico o maior tempo possível para maximizar a economia.

Um veículo elétrico tem sua propulsão feita somente por motores elétricos e alimentados pelas baterias. É abastecido pela regeneração do calor dissipado na frenagem e, predominantemente, carregando na tomada. As cargas levam entre 30 minutos e 8 horas. Possuem baixa autonomia, de menos de 200 quilômetros em sua maioria. Seus representantes mais famosos são o Nissan Leaf e o Tesla Model S, que não é vendido no Brasil.

As vantagens dos híbridos e elétricos são:

  1. Baixo consumo. Para comparar, pego como exemplo é o Ford Fusion, que possui as duas versões. A híbrida roda 16,8 quilômetros com um litro de combustível, enquanto o “normal” faz apenas 9,1 km/l. Quem não gosta de gastar pouco no posto?
  2. Baixo nível de ruído. Com o veículo parado ou rodando somente no modo elétrico, não há ruido do motor. Em movimento, só se ouve o atrito dos pneus com o solo e com o vento.
  3. Boa aceleração. O motor elétrico tem como característica o alto torque, gerando acelerações boas e excelente dirigibilidade em percursos urbanos.
  4. Manutenção menos frequente e maior confiabilidade. Os motores elétricos têm seu programa específico de manutenção, mas ela é menos frequente e mais barata em comparação com motores à combustão. O motor elétrico não precisa de qualquer manutenção e o motor a gasolina tem trocas de óleo em prazos mais dilatados, por ser menos solicitado. A ressalva fica por conta das baterias, que são feitas para durar mais de 160.000 km, mas se tiverem defeitos, têm um custo de manutenção altíssimo. As montadoras costumam dar para elas 8 ou 10 anos de garantia. No geral, tendem a ter melhor confiabilidade.
  5. Baixa despesa com combustível. Híbridos costumam rodar entre 15 e 22 quilômetros com um litro de combustível. Para os elétricos, é necessário fazer o cálculo para fazer a equivalência do custo da energia elétrica com o da gasolina. E os números são animadores! A despesa na conta de luz comparada com a do posto equivaleria a um consumo de 62 km/l para o Nissan Leaf, feita pelo Inmetro.

Mas algumas desvantagens ainda persistem. Elas são:

  1. Baixa autonomia. No modo elétrico, quando conduzidos na forma recomendada, rodam cerca de 150 quilômetros. Os híbridos ganham bastante autonomia por conta do motor a combustão, mas para os elétricos ainda há o empecilho de serem necessárias cinco recargas para viajar de São Paulo ao Rio de Janeiro.
  2. Exigem direção cuidadosa para serem econômicos. Para atingir os 150 km de autonomia, o motorista precisa ter o pé muito leve. Caso seja muito solicitado, o consumo aumenta significativamente, podendo rodar somente metade da distância sem recarga. O condutor precisa ser disciplinado para economizar bastante.
  3. Baixo ruído. Aquilo que é vantagem para o conforto vira problema para a segurança. Motoristas desavisados não sabem quando o veículo está funcionando e andam involuntariamente. Ao da a partida, não há nenhum ruído. Deve-se prestar atenção à luz no painel que indica que está ligado. Pedestres ou outros condutores distraídos podem não ouvir a passagem do veículo e gerar acidentes.
  4. Alto preço no Brasil. Pela falta de incentivo no governo, não há veículos híbridos sendo vendidos por menos de R$ 100 mil em terras tupiniquins, o que torna o mercado muito restrito. Esperamos que venham novidades para reverter este quadro.

Depois de ler toda esta descrição e conhecer as vantagens da tecnologia híbrida e elétrica, aposto que você ficou com vontade de comprar o seu. Vamos aguardar as novidades.

Anúncios

2 comentários em “Carros híbridos e elétricos: você terá um em breve Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: