Arquivo da tag: tecnologia

O que significa a sigla 200 TSI do novo Polo?

o que significa o 200 TSI do novo polo

Há pouquíssimo tempo, a onda do downsizing passou a avançar a passos largos. Em breve, os motores sobrealimentados dominarão o mercado, competindo com os híbridos e elétricos.

Para o consumidor comum, a associação entre deslocamento e performance – os números 1.0, 1.6, 2.0, 3.5, etc – para descrever os motores,  se mostrava bastante direta: quanto maior, melhor o desempenho e maior o consumo de combustível.

O ditado gearhead que diz “cavalo anda, cavalo bebe”, e a célebre frase do preparador Caroll Shelby “there´s no replacement for displacement” (em tradução livre, “não há substituição para o deslocamento”), ficaram obsoletas com o avanço tecnológico.

De todas as marcas, o Grupo Volkswagen se posicionou como o pioneiro na aplicação intensiva do turbocompressor, desde o lendário Audi Quattro no início dos anos 80. As linhas europeias de VW e Audi aboliram os motores aspirados há alguns anos. No Brasil, o novo Polo ganhará as ruas em breve, com duas opções de conjunto motriz: a 1.6 MSI de 120 cv e a 1.0 TSI de 128 cv.

Em terras tupiniquins, a tecnologia do caracol mágico começou a ganhar impulso apenas nos últimos cinco anos. Por isso, o consumidor ainda se apega aos números de “cilindrada”, vendo o 1.6 sempre como mais potente em relação ao “mil”. Então, a marca alemã se viu em um dilema: como provar para o consumidor que o motor 1.0 é mais potente que o 1.6?

Os engenheiros e marqueteiros de Wolfsburg e da Anchieta encontraram uma solução inusitada e genial: batizar os motores de 160 MSI e 200 TSI. Mas o que significa isso?

Continuar lendo

Anúncios

Novos Cruze e Civic com preços acima de R$ 100 mil. Vale pela evolução técnica ou falta bom senso das marcas?

novo cruze mais de R$ 100 mil

A nova geração do Cruze tem preços acima de R$ 100 mil nas versões LTZ 2.

Em julho, a Chevrolet coloca à venda a nova geração do Chevrolet Cruze. O modelo anterior sofria pesadas críticas em relação ao desempenho inferior aos concorrentes e alto consumo de combustível do motor Ecotec 1.8 16V de 144 cv e 18,9 kgf.m de torque. O bloco foi substituído pelo moderno 1.4 16V turbo de 153 cv e bons 24,5 kgf.m de binário, entregando um 0 a 100 em cerca de 8 segundos e consumo rodoviário de até 18 km/l com gasolina.

As questões de performance foram sanadas, mas…

Continuar lendo

Você sabe se o seu carro tem boa eficiência energética?

selo conpet eficiência energética

A maioria dos cidadãos brasileiros já conhece o selo PROCEL do Inmetro, o qual mede a eficiência energética de eletrônicos, eletrodomésticos e outros equipamentos elétricos.

Mas poucos conhecem o selo Conpet, também do Inmetro, responsável pela classificação de veículos automotores. Quem comprou automóveis zero quilômetro nos últimos dois anos deve ter observado que todos os modelos possuem a etiqueta colada no pára-brisa, mas a grande maioria dos compradores não lê suas informações. Neste link, estão contidas as informações e seu significado.

Continuar lendo

A importância de se escolher um carro seguro [CENAS FORTES]

[ATENÇÃO]: O VÍDEO ABAIXO MOSTRA CENAS NÃO RECOMENDADAS PARA PESSOAS MAIS SENSÍVEIS.

E corrobora a importância fundamental da escolha de um automóvel com bom padrão de segurança. O acidente ocorreu na Avenida Salim Farah Maluf, zona leste da capital paulista.

A BMW 335i, modelo 2010, se chocou com uma pilastra a 150 km/h, velocidade registrada pelo travamento do velocímetro. O veículo se partiu ao meio em sentido longitudinal, em uma cena impressionante. Especialmente pelo fato de a mulher no banco do passageiro estar praticamente ilesa, usando o aparelho celular e saiu andando, aparentemente calma. O motorista não resistiu, pois foi atingido frontalmente pela pilastra.

De qualquer forma, o padrão de segurança do sedan alemão se mostra notável, principalmente pela integridade apresentada pela passageira. A estrutura de deformação do veículo se mostrou eficiente na proteção do habitáculo e os airbags se mostraram fundamentais para a proteção dos ocupantes. Em veículos mais antigos, baratos ou sem airbags, não haveria nenhuma chance.

As cenas fortes mostram a importância fundamental da escolha de um carro seguro, mesmo que o valor dispendido na compra seja superior. Caso seu orçamento não permita a compra de um zero quilômetro, prefira um usado com boa nota no LatinNCAP a um popular inseguro. A saúde e a vida própria e de sua família valem muito mais que dinheiro e status.

Como leitura complementar, os links abaixo tratam dos principais aspectos de segurança automotiva com relevância para os motoristas:

Como funcionam os airbags

A extrema importância do uso do cinto de segurança em carros com airbags

Se você tem crianças, saiba a importância do sistema Isofix

Como saber se seu veículo tem um bom padrão de segurança

Os 10 piores crash tests já feitos

A ascensão do câmbio automático

cambio_automatico

Até vinte anos atrás, o câmbio automático era considerado um equipamento de luxo, típico de carros premium alemães, americanos e japoneses. Apesar de alguns modelos nacionais como VW Santanta e os Chevrolet Monza, Opala, Vectra e Omega o ofertares, os consumidores apresentavam sérias ressalvas com relação a essas caixas, pois ofereciam desempenho bastante inferior, com consumo alto, baixa confiabilidade e manutenção caríssima. Naqueles tempos, o brasileiro torcia o nariz para os automáticos, definitivamente.

A evolução da tecnologia, no final dos anos 90, trouxe alguma aceitação entre os consumidores mais ricos, junto com alguns lançamentos de caixas mais modernas (para a época), como a Automatic-4 pela Chevrolet, o Tiptronic da Volkswagen e as caixas japonesas da Aisin, que equiparam diversos modelos, com ótima confiabilidade. Neste período, os automáticos viraram o jogo. Continuar lendo

Centrais multimídia e conectividade: você está preparado para os carros que dirigem sozinhos?

mylink

O avanço das tecnologias de telecomunicações e audiovisual consistem nas inovações mais notadas pelos consumidores nos últimos anos, especialmente os mais jovens. A Fiat introduziu o sistema Connect em 2005. Devido às limitações operacionais do dispositivo à época, não obteve grande sucesso. Porém, abriu precedente para a concorrência trabalhar em seus próprios, trazendo grandes benefícios aos consumidores, percebidos mais claramente nos dias atuais. Continuar lendo

Você sabia que já existem carros que estacionam sozinhos? Conheça.

O momento mais temido de muitos motoristas, mesmo alguns mais experientes, é a hora de fazer uma baliza ou estacionar. Os engenheiros automotivos sabem disso e desenvolveram esta nova tecnologia, a qual se torna cada vez mais popular: o assistente de estacionamento. O vídeo acima demonstra como ele funciona.

Do ponto de vista técnico, o sistema possui um hardware relativamente simples, o qual consiste de dispositivos elétricos nos sistemas de direção, transmissão, aceleração e frenagem, responsáveis por fazer a movimentação do veículo de forma automatizada, poupando a tarefa do motorista. A parte Continuar lendo