Pular para o conteúdo
Anúncios

Categoria: Cultura Automotiva

dicionário gearhead palavras que autoentusiastas usam
Toda vez que entrarmos em nossos carros, devemos no lembrar disso

Da prancheta à sua garagem – a saga de um carro

Para um veículo chegar ao mercado, um longo caminho é percorrido desde a ideia do projeto do veículo até o modelo final. A produção de todos os insumos, sua logística, o processo de manufatura e o envio do produto final aos distribuidores. Os profissionais de área como marketing, custos, contabilidade e finanças também são essenciais. As vendas, o pós-venda e toda a cadeia de manutenção do carro em uso também envolve muitos profissionais. Ao sentar em nossos carros para dirigir, devemos agradecer todas as pessoas envolvidas para que ele chegasse à nossa garagem. E as demais que trabalham para que ele permaneça sempre bonito.

as 4 maiores presepadas automotivas fail

Os 4 motoristas mais presepeiros de todos os tempos

Carro é um assunto complicado mesmo para os apaixonados e os profissionais que dedicam a carreira ao universo automotivo. Quem dirá para o motorista comum. Esse artigo traz quatro presepadas épicas feitas por motoristas desinformados ou enganados por amigos. #carfail #presepadasautomotivas

diferenças entre gearheads e motoristas comuns

7 diferenças entre um GearHead e um motorista comum

Autoentusiastas enxergam o automóvel de uma maneira muito diferente do motorista comum, prestando atenção em detalhes que passam despercebidos aos leigos e priorizam fatores pouco lembrados pela maioria. Ficam vendo carros à venda em sites de comércio, ouvem roncos de motor, defendem marcas de carro como times de futebol e antigos chamam mais sia atenção do que carros de luxo zero quilômetro.

Questionando o comportamento do condutor brasileiro

Os artigos anteriores discorreram sobre o cenário caótico do trânsito brasileiro, suas causas e efeitos, juntamente com uma proposta de fiscalização moderna e eficiente. Infelizmente, a repressão por meio de multas ainda se mostra necessária. Este artigo analisa a postura do motorista brasileiro, traçando paralelos com os de outros países. Conclui-se que não haverá melhora sem mudar a cultura do povo ao dirigir.