Pular para o conteúdo

Categoria: Mecânica

conjunto suspensão e direção
preparação old school gordini competição

Fusca: uma aula sobre preparação “old school” – Parte 2

O autoentusiasmo nasceu junto com o automóvel. Nos dias de hoje, estamos (mal) acostumados com as preparações "kit padaria", as quais consistem apenas em remapeamentos de injeção eletrônica e transmissão. E como era a preparação de motores "old school", antes da eletrônica dominar? Este artigo mostra como nossos pais e avós "envenenavam o motor" de seus Fuscas, Opalas e outros clássicos. A segunda parte trata da preparação do sistema de alimentação e escape, assim como da transmissão e da integração das modificações mecânicas com o turbo e a eletrônica.

motor a ar preparação old school fusca aircooled

Fusca: uma aula sobre preparação “old school”

O autoentusiasmo nasceu junto com o automóvel. Nos dias de hoje, estamos (mal) acostumados com as preparações "kit padaria", as quais consistem apenas em remapeamentos de injeção eletrônica e transmissão. E como era a preparação de motores "old school", antes da eletrônica dominar? Este artigo mostra como nossos pais e avós "envenenavam o motor" de seus Fuscas, Opalas e outros clássicos. A primeira parte trata da introdução, alterações no cabeçote e de componentes mecânicos.

por que um carro conversível pesa mais que sua versão fechada porsche 718

Por que um carro conversível pesa mais do que sua versão fechada?

Uma característica aparentemente contraditória entre automóveis conversíveis e suas versões fechadas consiste no maior peso dos primeiros. A engenharia automotiva de chassis explica a diferença de modo muito claro. Ao compreender como se constrói a estrutura de ambas as carrocerias, tudo fica muito simples.

o motor perde potência com o tempo de uso e quilometragem?

O motor perde potência com a idade?

Máquinas e equipamentos perdem sua eficiência e funcionalidade conforme os anos passam. Os automóveis também. Evidentemente, a aparência externa mostra os sinais de uso de maneira muito clara. Mas e o motor? Também perde potência e torque com o uso? A resposta é sim, mas qual a perda? Depende da utilização, modelo, combustível, cuidados com a manutenção, qualidade de fabricação, nível tecnológico e, obviamente, idade e quilometragem. A perda de potência e torque pode variar de 10% a 60%.