Arquivo da tag: turbo

Por que o motor AP aguenta “turbinagem” pesada?

Este slideshow necessita de JavaScript.

O motor Volkswagen EA 827, mais conhecido como AP ou Alta Performance – ou como chamam seus entusiastas, mais conhecidos como “apezeiros”ou “APzeiros”, “Alta Pauleira”- é o conjunto mais procurado para receber preparações pesadas devido às suas características de projeto.

Nas versões, 1.6, 1.8 e 2.0, carburado ou injetado, os entusiastas “carregam três quilos de meio de turbo”, colocam “comandão bravo”, intercooler, diferencial alongado, rodas aro 18″ – ou maiores – retiram todo o peso morto do acabamento e transformam suas caixas e quadrados em carros de competição. A criatividade dos “apezeiros” encontra limites apenas no orçamento.

A pergunta que não quer calar é a seguinte:

O QUE TORNA O MOTOR AP TÃO ESPECIAL?

Continuar lendo

Anúncios

O que significa a sigla 200 TSI do novo Polo?

o que significa o 200 TSI do novo polo

Há pouquíssimo tempo, a onda do downsizing passou a avançar a passos largos. Em breve, os motores sobrealimentados dominarão o mercado, competindo com os híbridos e elétricos.

Para o consumidor comum, a associação entre deslocamento e performance – os números 1.0, 1.6, 2.0, 3.5, etc – para descrever os motores,  se mostrava bastante direta: quanto maior, melhor o desempenho e maior o consumo de combustível.

O ditado gearhead que diz “cavalo anda, cavalo bebe”, e a célebre frase do preparador Caroll Shelby “there´s no replacement for displacement” (em tradução livre, “não há substituição para o deslocamento”), ficaram obsoletas com o avanço tecnológico.

De todas as marcas, o Grupo Volkswagen se posicionou como o pioneiro na aplicação intensiva do turbocompressor, desde o lendário Audi Quattro no início dos anos 80. As linhas europeias de VW e Audi aboliram os motores aspirados há alguns anos. No Brasil, o novo Polo ganhará as ruas em breve, com duas opções de conjunto motriz: a 1.6 MSI de 120 cv e a 1.0 TSI de 128 cv.

Em terras tupiniquins, a tecnologia do caracol mágico começou a ganhar impulso apenas nos últimos cinco anos. Por isso, o consumidor ainda se apega aos números de “cilindrada”, vendo o 1.6 sempre como mais potente em relação ao “mil”. Então, a marca alemã se viu em um dilema: como provar para o consumidor que o motor 1.0 é mais potente que o 1.6?

Os engenheiros e marqueteiros de Wolfsburg e da Anchieta encontraram uma solução inusitada e genial: batizar os motores de 160 MSI e 200 TSI. Mas o que significa isso?

Continuar lendo

“Kit padaria”: a receita mais simples para aumentar a potência do seu motor

kit padaria chip de potência

Este simples componente eletrônico permite aumentos de potência e torque muito expressivos, especialmente para motores sobrealimentados.

Muitos entusiastas desejam aumentar os números de potência e torque dos motores de seus automóveis. A primeira modificação que vem à mente consiste na instalação de um turbocompressor, naturalmente.

Por outro lado, a peça custa muito caro e sua instalação se mostra complexa e demorada, pois uma boa preparação exige a troca de diversas partes do motor para seu adequado rendimento. Sem contar as constantes quebras e dificuldades de utilização do veículo no dia-a-dia.

Visando à solução destes inconvenientes, empresas especializadas em preparação de motores desenvolveram uma solução simples, de fácil instalação, relativamente barata, a qual dispensa a necessidade de modificações mecânicas e pode ser facilmente revertida: o chip de potência ou “kit padaria”.

Descubra se ele serve para você.

Continuar lendo

Motor turbo é mais econômico?

economizar combustível

Para os motoristas que não conhecem a tecnologia mais atual de motores, turbo com injeção direta, geometria variável e outras soluções, ainda existe muita dúvida e preconceito a respeito desses propulsores, já descritos neste post introdutório.

Para aqueles que já conhecem suas vantagens, uma das mais questionadas consiste na economia de combustível, podendo chegar a até 30% em relação ao equivalente aspirado, conforme prometem os fabricantes. Testes de homologação corroboram os resultados.

Contudo, muitos proprietários afirmam não obter economia alguma ou até aumento no consumo. Esta conclusão também se mostra verdadeira, devido à calibração destes motores e à forma de condução diferenciada para os sobrealimentados.

Entenda porquê ambos têm razão e quais os macetes de condução dos carros turbo.

Continuar lendo

O que é turbo lag?

gráfico de turbo lag
O gráfico acima mostra a queda brusca de rotação nas trocas de marcha, com a subsequente elevação brusca. Este é o efeito do turbo lag e compromete o desempenho e dirigibilidade do veículo.

Todos os apaixonados por automóveis sonham com um modelo de alta performance, de preferência esportivo. Nos dias de hoje, ser equipado com um motor turbinado se mostra quase obrigatório. Apesar de haver opções disponíveis no mercado há quase trinta anos, nunca obtiveram grande sucesso, como o Volkswagen Gol 1.0 Turbo, lançado em 2000.

Em um passado (muito) recente, havia grande preconceito contra esta tecnologia devido às suas limitações, especialmente no que concerne à durabilidade. No campo da dirigibilidade, o mais conhecido se chama turbo lag.

Turbo lag significa…

Continuar lendo

Todos os posts do EA sobre motores turbo e híbridos

turbocompressor por dentro

Muitos leitores seguem a página há pouco tempo. Como forma de agradecer a preferência e facilitar a leitura e localização dos posts, esta matéria condensa todos os posts sobre motores turbo, assunto muito em voga com a chegada maciça de novos modelos equipados com o caracol mágico. Os links abaixo trazem todo o assunto desenvolvido no Educação Automotiva:

Continuar lendo

Novos Cruze e Civic com preços acima de R$ 100 mil. Vale pela evolução técnica ou falta bom senso das marcas?

novo cruze mais de R$ 100 mil

A nova geração do Cruze tem preços acima de R$ 100 mil nas versões LTZ 2.

Em julho, a Chevrolet coloca à venda a nova geração do Chevrolet Cruze. O modelo anterior sofria pesadas críticas em relação ao desempenho inferior aos concorrentes e alto consumo de combustível do motor Ecotec 1.8 16V de 144 cv e 18,9 kgf.m de torque. O bloco foi substituído pelo moderno 1.4 16V turbo de 153 cv e bons 24,5 kgf.m de binário, entregando um 0 a 100 em cerca de 8 segundos e consumo rodoviário de até 18 km/l com gasolina.

As questões de performance foram sanadas, mas…

Continuar lendo