Ir para conteúdo
Anúncios

O que é um crossover?

crossover diferenças suv automóvel

crossover diferenças suv automóvel
Os Mitsubishi ASX e Outlander são dois exemplos de crossover

No final dos anos 90, a indústria automobilística intensificou o investimento em dois tipos de carrocerias criados na década anterior: as minivans e os utilitários esportivos (SUV´s).

As primeiras tiveram grande aceitação até o final dos anos 2000, como substitutas das station wagons (peruas), devido ao espaço interno generoso e grande quantidade de equipamentos. Entretanto, o design de “carro de mãe” faz com que muitos rejeitem tais modelos.

Os “jipões” demoraram um pouco mais para deslanchar nas vendas, por conta de suas desvantagens técnicas, desconforto, alto consumo de combustível e histórico de envolvimento em acidentes. Apesar de seu design robusto e posição de dirigir elevada os tornarem objeto de desejo de muitos, o maior risco de capotamento e a suspensão traseira que “chacoalhava” e deixava os passageiros mais sensíveis com enjoos os excluía das opções de compra da maior parte dos motoristas.

Grandes investimentos em segurança, assistências eletrônicas e eficiência energética solucionaram a maior parte das mazelas dos utilitários esportivos tradicionais, mas o que os tornou os veículos mais desejados desta década foi a popularização dos crossovers.

Crossovers são modelos cuja carroceria é…

 …uma mistura de dois ou mais tipos tradicionais.

Pode-se citar tipos como o fastback, uma mistura de hatch com sedan, como o BMW Série 3 GT

bmw serie 3 gt fastback crossover sedan hatch
BMW Série 3 GT

Ou os sedãs de teto baixo, ou cupê de quatro portas, os quais consistem da combinação das carrocerias sedã e cupê, como o Mercedes CLS

mercedes CLS sedan de teto baixo cupê de quatro portas
Mercedes-Bens CLS, um crossover de sedã com cupê

Estes tipos acima se mostram modelos de nicho, com baixo volume de vendas e para clientes bastante específicos. As combinações entre as carrocerias se mostram bastante flexíveis.

Porém, há um tipo de crossover muito recorrente: o de SUV´s com minivans, unindo o design robusto dos modelos lameiros com a versatilidade, comodidade e espaço interno dos familiares. As primeiras entraram em declínio de vendas há alguns anos, ao passo que os utilitários legítimos retornam silenciosamente ao seu nicho original, sendo substituídos pelos crossovers.

Para compreender o fenômeno, é necessário compreender a diferença dos SUV´s “puros” para os crossovers, composta pela lista abaixo:

  1. SUV´s são equipados obrigatoriamente com tração nas quatro rodas;
  2. Seu foco reside no desempenho no fora-de-estrada;
  3. Tornando a suspensão elevada uma característica funcional importante;
  4. Levando à posição de dirigir elevada, semelhante a de caminhões e vans;
  5. Mas que prejudica o desempenho em alta velocidade;
  6. E torna a suspensão dura e desconfortável para uso normal, a fim de atingir a resistência e desempenho necessários para o off-road.

Leia também: Morte de Cristiano Araújo, parte 2: os riscos de dirigir um utilitário esportivo (SUV) e IMPORTANTE: Antes de comprar um SUV, você precisa saber disso

Comparativamente, as características das minivans são:

  1. Amplo espaço interno;
  2. Versatilidade;
  3. Altura da suspensão similar à de um automóvel de passeio;
  4. Foco no conforto e comodidade dos passageiros;

Então por quê não juntar tudo em um carro só? Após muitas pesquisas de mercado, os fabricantes constataram que:

  1. A quase totalidade dos compradores de SUV´s não trafegavam por estradas de terra e/ou terrenos acidentados;
  2. Portanto, não utilizavam a tração integral;
  3. Consideravam o desconforto causado pela suspensão traseira como a principal queixa;
  4. Assim como a falta de espaço interno e para bagagem;
  5. Mas gostam da posição elevada de dirigir;
  6. E do design robusto, com rodas grandes e altura do solo elevada.

E concluíram que as características do crossover de SUV com minivan ideal para o consumidor comum são:

  1. Ausência de tração 4×4: o conjunto mecânico de tração integral custa muito caro, rouba espaço interno e aumenta o peso e consumo de combustível do veículo. Portanto, seu uso é dispensável.
  2. Suspensão de carro de passeio: como seus compradores utilizam o utilitário como automóvel comum, o emprego de um sistema de molas helicoidais se mostra mais coerente, entregando melhores níveis de conforto e estabilidade que os sistemas dos SUV´s tradicionais.
  3. Altura elevada: mesmo com o emprego da suspensão de automóvel, a altura elevada dos utilitários se mostra a preferência do motorista, devido à melhor visão do trânsito proporcionada.
  4. Espaço interno, versatilidade e equipamentos de conforto e conveniência: um bom crossover deve ter aquilo que consagrou as minivans como carros para a família.
  5. Dirigibilidade similar à dos automóveis: o consumidor médio não deseja alavancas de transferência, marchas reduzidas ou diferenciais autoblocantes de acionamento manual, como é de gosto dos jipeiros e aficcionados por off-road. Quanto mais parecido como um carro, melhor.
  6. Design de SUV: modelos altos, largos, com rodas grandes e aparência robusta fazem o público confundir os SUV´s legítimos com os crossovers, visto que pouco (ou nada) se diferenciam em estilo. Variações de carrocerias se mostram comuns, como o Mercedes GLA, híbrido de SUV com hatchback, BMW X6, um SUV com teto baixo de cupê ou o Chevrolet Suburban, um SUV com todos os recursos de minivan, como rebatimento de todos os bancos e muitas telas de LCD.

Como descobrir se o meu utilitário é um crossover ou um SUV legítimo? Pela lista acima e alguns exemplos.

Tem tração 4×4 com reduzida e alavanca de transferência em todas as versões? A suspensão possui feixe de molas? O foco é no desempenho off-road? Então é um SUV.

Exemplos de SUV´s: Lada Niva, Suzuki Jimny, Jeep Wrangler, Land Rover Defender, Rural Willys, Toyota Bandeirante, Mitsubishi Pajero Full e Troller T4.

Confira: Tração dianteira e tração traseira: no que se diferenciam entre si e da tração integral

Os modelos têm tração 4×2 na maioria das unidades vendidas, muitos equipamentos de conforto e proposta urbana? Possuem suspensão de molas helicoidais, muitas assistências eletrônicas e têm foco no conforto. Nos modelos de tração nas quatro rodas, o acionamento é feito eletronicamente, sem alavanca de caixa de transferência? Então é um crossover.

Exemplos de crossover: Ford EcoSport, Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks, Peugeot 2008, Mitsubishi ASX, Outlander e Pajero Sport/Dakar, BMW X1, X3, X5 e X6, Mercedes GLA, GLC, GLK e GLE, Audi Q3, Q5 e Q7, Volkswagen Tiguan e Touareg, Porsche Cayenne e Macan e Land Rover Freelander, Evoque e Discovery.

Abre-se uma exceção para as picapes médias e grandes como Chevrolet S10, Toyota Hilux, Dodge RAM, Ford F-250 e assemelhadas por se tratarem de veículos de trabalho, com foco em transporte de cargas em terrenos fora-de-estrada. Inclui-se também suas versões fechadas como GM Trailblazer e Toyota SW4. Tais modelos possuem versões mais luxuosas e são ótimos em terrenos não-pavimentados, mantendo as características dos SUV´s “puros”.

Confira: Os perigos de comprar um veículo com base apenas em design

CONCLUSÃO

Muitas pessoas acreditam ter um SUV e possuem um crossover, o que se mostra vantagem para o uso normal em cidades. Os SUV “puros” se mostram em quantidade cada vez menor e se confundem com os de carroceria híbrida devido à aparência, o que faz os jipeiros torcerem o nariz para esses modelos. Por outro lado, as montadoras vendem quantidades crescentes de crossovers e os consumidores os desejam, mesmo em tempos de crise. O post serve para que o motorista os diferencie.

 

Anúncios

2 comentários em “O que é um crossover? Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: